BMW Serie 6 (E24) 1976-1989 – CarroHoje.com – Revista digital de automóveis.

CarroHoje.com – Revista digital de automóveis.

Fique por dentro dos lançamentos e notícias da indústria automotiva, competições, clássico s e mais sobre o mundo do carro.

BMW Serie 6 (E24) 1976-1989

Ele foi lançado em meados da década de 70 com a missão de substituir o CS e o CSL, e fez isso com louvor.

A geração conhecida como E24 foi a primeira da Série 6 da BMW. Esta série é, até hoje, caracterizada por modelos coupés de grande porte. A E24 estabeleceu novos padrões de desenhos, tanto exteriores, quanto interiores, para a marca germânica.

No início havia duas versões: a 630CS e a 633CSi e ambas eram montadas na fábrica da karmann.

Por fora, as linhas com ângulos mais agudos eram bem mais impressionantes e robustas que os modelos anteriores da marca. Além disso eram mais amigáveis e inspiravam moderniade e, principalmente originalidade.

Por dentro o padrão de acabamento era modelo para os carros da época. Havia espaço para 5 ocupantes, mesmo sendo um coupé esportivo. O acesso ao banco traseiro era facilitado pela gigantesca porta. Mas os principais atributos da Série 6 E24 estavam na sua dinâmica e motorizações.

Grande parte de seu sucesso se deu por conta da versão 635 CSi apresentada em 1978 nos Estados Unidos. Seu motor 3,5 litros com 6 cilindros em linha desenvolvia 218 cv de potência e dava um comportamento dos mais interessantes para o coupé.

Um ano depois, na Alemanha a versa 628 CSi era lançada e tornou-se um sucesso frente aos concorrentes da época, principalmente os Mercedes. No início da década de 80 o interior foi completamente remodelado e ganhou mais luxo. A opção de câmbio automático também veio nesta época, em 1982. Próximo do final de sua produção, em 1987, alterações estéticas na dianteira, incluindo o conjunto ótico, foram adicionadas, assim como o novo pára-choques mais saliente que era voltado a atender a legislação norte-americana para impactos frontais.

A versão M tinha sua motorização baseada na do M1 e despejava 260 cv de potência. O desempenho era ótimo com o 0 a 100 feto em cerca de 6 segundos e a velocidade máxima beirando os 230 km/h. Sua produção durou apenas 2 anos, ente 1987 e 1989.

O E24 foi um modelo de sucesso nas pistas. Ele conquistou diversos campeonatos regionais e internacionais nas mais variadas categorias de turismo em meados da década de 80, incluindo um título do DTM em 1984.

Com a mudança do mercado mundial com relação aos coupés deste porte (as vendas despencavam, principalmente nos EUA, que começava a contar com muitas opções de modelos japoneses, mais baratos) a produção do Série 6 E24 se encerrou em 1989. Em 2004 a BMW voltou a produzir o modelo, e atualmente ele está em sua terceira geração.

[nggallery id=132]

Compartilhe: