Range Rover Evoque Prestige Tech Pack 2012 – CarroHoje.com – Revista digital de automóveis.

CarroHoje.com – Revista digital de automóveis.

Fique por dentro dos lançamentos e notícias da indústria automotiva, competições, clássico s e mais sobre o mundo do carro.

Range Rover Evoque Prestige Tech Pack 2012

Mudar um comportamento tradicional é muito complicado pra qualquer pessoa, família ou instituição, ainda mais para quem tem muitos anos de história como a montadora inglesa Land Rover (desde 1948). Mesmo controlada por vários grupos de investidores e outras marcas por vários anos, a fabricante britânica sempre manteve a tradição, mesmo após ser adquirida pela indiana Tata Motors em 2008.

Voltando ao assunto da tradição, podemos afirmar que na Inglaterra foi inventado o futebol e os pubs, lá se popularizaram os tablóides e instituiu o chá das 5 como umas de suas mais caras tradições. Além disso, os modelos da Land Rover servem a Família Real na Inglaterra.

Essas informações no parágrafo acima são para explicar o radicalismo da Land Rover em criar o seu mais novo e sensacional modelo, o crossover Range Rover Evoque, avaliado por cinco dias pelo site. Com linhas que fogem do tradicionalismo da marca, o Evoque chega para roubar a cena de todos os seus principais concorrentes (Audi Q3, BMW X1 e Volvo XC60). Ao observar o Evoque por fora, nota-se logo que suas linhas futuristas servirão de base para os próximos modelos da marca.

Usando como base uma plataforma semelhante a do Freelander, o Evoque mede 4,37 metros de comprimento, 1,97 metros de largura e 1,64 de altura e 2,66 m de distância entre-eixos, na versão de quatro portas avaliada. Os faróis afilados, a grade central na cor cinza em forma de colméia e o pára-choque robusto com faróis de neblina de LEDs nas extremidades se destacam logo no primeiro contato visual.

Visto de lado chama a atenção o corte na linha da cintura das portas, que começa na porta dianteira e vai subindo levemente até o pára-lama traseiro, a mesma linha se forma em paralelo abaixo das maçanetas formando um vinco mais aparente. A saída de ar cromada localizada no para-lama dianteiro faz conjunto com as enormes rodas de 20 polegadas, transmitindo esportividade ao crossover inglês. Na parte traseira, o maior destaque fica por conta do aerofólio localizado acima da tampa do porta-malas e as pequenas lanternas traseiras, além das duas saídas do escapamento cromadas, o teto preto contrasta com o resto da carroceria. O modelo segue as linhas do conceito LRX, apresentado em 2008.

Se por fora o Evoque chama atenção naturalmente, por dentro o modelo não deixa nada a desejar. O interior usa materiais de primeira linha, com couro para todos os lados que se olhe ou toque. Além da ótima qualidade de construção, nenhuma peça está fora do lugar à ergonomia do Evoque é um exemplo a ser seguido pela concorrência. A versão avaliada era a Prestige Tech Pack, que traz o pacote de assessórios mais completo.

Entre tantos itens podemos citar o sistema de entretenimento com duas telas LCD independente nos encostos dos bancos dianteiros, sistema de câmera 360°, que ajuda na hora de manobrar, com essa câmera é possível ver todos os ângulos do carro sem sair dele em uma tela de 8 polegadas. A mesma tela tem o sistema Dual View, que possibilita ao motorista o acesso a todas as funções do veículo enquanto o passageiro do banco da frente pode assistir, na mesma tela, a um filme ou o programa de TV favorito. O espaço é suficiente para carregar cinco adultos sem aperto.

A posição de dirigir alta ajuda a se locomover no trânsito, mesmo com dimensões maiores que os carros mais comuns, a sensação á bordo é que estamos dirigindo um verdadeiro sedan médio de alto luxo. Os bancos em couro envolvem o motorista e transmitem muita segurança em curvas. O volante tem uma boa empunhadura e o banco elétrico ajuda a achar a posição correta de dirigir. Os instrumentos são fáceis de usar e intuitivos.

Uma das várias curiosidades fica pelo estilo da manopla do cambio automático, que tem um formato circular, trata-se do sistema Drive Selector, que proporciona mudanças ao simples giro de um botão no centro do console, que “surge” quando o carro é ligado através de um botão no painel, ao lado do volante, a chave só é usada para reconhecimento da presença do motorista, o sistema de câmbio é o mesmo usado nos modelos da Jaguar, que também pertence ao grupo Indiano. Seu porta-malas suporta até 420 litros e é aberto e fechado eletronicamente, sem precisar usar a força das mãos. Para fechar a porta, o proprietário pode usar o comando da chave ou apenas passar o dedo na maçaneta com um pouco de força que as portas travam.

Para quem pensa que o seu apelo urbano não serve para enfrentar a terra, lama ou mesmo terrenos com pedras se enganou. O Evoque vem equipado com tração integral e o famoso e eficiente sistema Terrain ResponseTM, que adapta as configurações de tração, motor, suspensão e torque de acordo com o tipo de terreno em que se trafega com a opção de ajustar o carro para cinco tipos de terrenos diferentes. Além disso, o Evoque oferece uma generosa altura em relação ao solo, que facilita a entrada e saída de obstáculos mais difíceis.

O Evoque também vem equipado com o sistema Adaptive Dynamics, que funciona através de amortecedores magnetizados, onde a textura do óleo pode ser modificada instantaneamente para deixar o rodar mais agradável. E conta com o sistema de auxílio ao estacionamento Park Assist, tudo para deixar o motorista bem à vontade, sem se preocupar com muita coisa, apenas em aproveitar os momentos felizes ao volante.

Os motoristas que testarem o Range Rover Evoque em terrenos off road ficarão tranquilos ao saber que, além da generosa altura em relação ao solo, o modelo ainda possui breakover, aproximação e ângulo de chegada melhores do que outros SUV compactos. O modelo também oferece tração integral nas quatro rodas, permitindo desempenho superior em qualquer tipo de terreno.

O Evoque está equipado com o moderno motor a gasolina Si4 de 2.0 litros turbo e 240 cavalos de potência e torque de 340 Nm de origem Ford. O propulsor usa uma tecnologia que inclui injeção direta de combustível e distribuição dupla variável que empurram sem problemas os 1.595 kg do crossover em qualquer faixa de giros. Em conjunto está o câmbio automático de seis velocidades (Aisin AW F21), com opção de mudanças sequenciais por botões dispostos na parte de trás do volante.

O câmbio se mostrou eficiência durante o teste, sem trancos ou mesmo barulhos nas retomadas. Nas curvas ou nas retas o modelo se comportou como um sedan, não mostrou nenhum sinal de inclinação anormal, comum nesse tipo de veículo que tem o centro de gravidade mais alto. Durante o teste, com o ar-condicionado ligado o tempo todo, sua média foi de 6,5 Km/l, chegando a 7,5 Km/l em situações que o motor não era tão exigido. A versão avaliada custa R$ 182.900, já a opção de entrada, Pure, pode ser adquirida por R$ 164.900.

[nggallery id=148]

*FICHA TÉCNICA

Motor: dianteiro, transversal, 4 cilindros, 16V, turbo, injeção direta
Cilindrada: 1 999 cm3
Diâmetro x curso: 87,5 x 83,1 mm
Taxa de compressão: 10:1
Potência: 240 cv
Torque: 34,7 mkgf
Câmbio: automático de 6 marchas, tração nas 4 rodas
Dimensões: comprimento, 436 cm; largura, 197 cm; altura, 164 cm; entre-eixos, 266 cm
Peso: 1 595 kg
Porta-malas/caçamba: 420 litros
Tanque: 70 litros
Suspensão dianteira: independente, McPherson
Suspensão traseira: multilink
Freios: discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira
Direção: elétrica; diâmetro de giro, 11,3 metros
0 a 100 km/h: 7,6 segundos
Velocidade máxima: 217 km/h

*Dados do fabricante

Imagens e texto: Marcus Lauria – Carpoint News

Compartilhe: