Mecânica Online: O desenvolvimento de um carro sustentável – CarroHoje.com – Revista digital de automóveis.

CarroHoje.com – Revista digital de automóveis.

Fique por dentro dos lançamentos e notícias da indústria automotiva, competições, clássico s e mais sobre o mundo do carro.

Mecânica Online: O desenvolvimento de um carro sustentável

Protótipo Uno Ecology apresenta soluções inovadoras que buscam menor impacto ambiental –
O processo de criação de um novo veículo passa por várias etapas até seu lançamento para o consumidor. Imagine então como seria o desenvolvimento de um veículo sustentável, de forma a ser aceito desde seu processo de fabricação, aceitação ecológica, social e viável economicamente. O protótipo Uno Ecology desenvolvido pela Fiat, foi um dos destaques da segunda edição do Fórum ABIAUTO 2012.

O projeto deste conceito do Novo Uno continuará em processo de desenvolvimento como um laboratório permanente na busca soluções sustentáveis. Então, vamos conhecer as principais tecnologias aplicadas neste conceito:

Motor 1.0 calibrado para consumir apenas Etanol (E100). Visando obter o máximo de desempenho do ponto de vista de eficiência energética do etanol, a Fiat Powertrain desenvolveu um motor protótipo para utilização com 100% de etanol. Além de ser um combustível renovável é uma alternativa técnica e economicamente viável, que traz a vantagem de proporcionar menos emissões de CO2 ao ser comparado com um motor que utiliza gasolina. Isso considerando todo o ciclo do plantio da cana-de-açúcar, passando pelo seu crescimento, onde absorve CO2 durante a fotossíntese.

Peças plásticas com bagaço de cana-de-açúcar. Elas utilizam o bagaço de cana oriundo da produção do etanol e do açúcar, o que permitiu, nestas peças protótipo, a redução de peso em torno de 8% em relação a uma peça convencional, além da recuperação energética plena quando no final do ciclo de vida. Os materiais utilizados são renováveis e recicláveis

Bancos em fibra de coco e látex. Suas características são: origem renovável, permeável ao ar, anti-fungo, reciclável, biodegradável e de forte cunho social por utilizar o trabalho de cooperativas. A utilização dos bancos em fibra de coco e látex evita o uso de aproximadamente 7 quilos de poliuretano (substância derivada do petróleo) no veículo.

O Uno Ecology ainda traz revestimento dos bancos e tapetes com tecidos a partir de PET reciclado — utiliza-se cerca de 30 garrafas por veículo.

Vale acrescentar que estas pesquisas podem representar uma substituição de quilos de matérias prima que hoje têm como a origem o petróleo por fontes renováveis. O Uno Ecology trouxe diversas modificações de fibras sustentáveis no lugar das derivadas de petróleo: sete quilos de espuma de poliuretano substituídos por fibra de coco e outros cinco quilos de fibra de vidro (que tem elevada utilização de petróleo em seu processo de transformação) substituídos pela fibra de cana de açúcar. Outros 4,5 quilos de tecido nos assentos e carpete foram substituídos por fibras de garrafas PET recicladas. No total, foram 16,5 quilos de material renovável aplicados no protótipo.

Teto Solar Fotovoltaico. Semelhante ao Sky Dome do Fiat Punto, ele possui células fotovoltaicas no painel posterior que auxilia na carga da bateria, reduzindo a necessidade de geração de energia por parte do motor e, consequentemente, economizando combustível — este teto foi projetado para gerar uma potência elétrica de 35Wp (Watts em pico).

Película anti Infravermelho. Como a radiação infravermelha é a que transmite calor, a utilização da película permite que o ar condicionado seja acionado em menor intensidade (exemplo: poderia trabalhar na posição 1 ao invés da posição 3). Isso representa uma economia estimada de até 1% em consumo de combustível em relação à utilização do ar condicionado em máxima potência, mantendo mesma temperatura.

Além disso, outras duas das tecnologias que favorecem economia de combustível estão presentes neste conceito:

Start-stop. Tecnologia que desliga o motor do veículo quando este para num semáforo e religa automaticamente o motor quando o pedal da embreagem for acionado. Isso gera uma economia de combustível em torno de 5% em trânsito urbano.

TPMS (Tyre Pressure Monitoring System). Informa ao motorista, através de um sinal luminoso, se há algum pneu com pressão abaixo do especificado, auxiliando no baixo consumo do veículo. Pneus mal calibrados podem resultar em um aumento de até 5% no consumo de combustível. Esta tecnologia já está sendo usada no Fiat Bravo.

A área de Inovação faz parte do Centro de Desenvolvimento Giovanni Agnelli, localizado em Betim e com uma equipe de quase 1.000 profissionais dedicados ao desenvolvimento de novos produtos e tecnologias no Brasil.

MECÂNICA ONLINE

  • ·         A Ford anunciou a produção total de 350 milhões de veículos em sua história, o mesmo que ter um carro saindo da linha de montagem a cada 10 segundos durante 109 anos. Esse resultado histórico na indústria automotiva foi comemorado com um Focus: o automóvel mais vendido do mundo nos cincos primeiros meses de 2012.
  • ·         A Audi largou com sucesso no Campeonato Mundial de Endurance de 2012 (FIA World Endurance Championship) e venceu as três primeiras corridas. Agora será a vez do Autódromo Internacional de Interlagos receber a equipe oficial de competição da Audi, nos dias 14 e 15 de setembro. A Audi Sport confirmou a participação de dois protótipos esportivos na quinta etapa do campeonato, as 6 Horas de São Paulo: o R18 e-tron quattro e o R18 ultra.
  • ·         A General Motors do Brasil realiza até o próximo dia 6 de setembro de 2012, o programa de estágio para o ano de 2013. Serão escolhidos candidatos para 16 áreas profissionais que, para serem elegíveis, deverão concluir o curso universitário em dezembro de 2013, julho de 2014 ou dezembro de 2014. Para participar do programa de estágio General Motors 2013, o candidato deve acessar o linkwww.chevrolet.com.br, buscando “Universo Chevrolet”, “Sobre a GM” e “Trabalhe conosco”- Programa de Estágio 2013.
  • ·         O Atego da Mercedes-Benz, primeiro caminhão com propulsão híbrida a ser produzido em série na Europa, já foi entregue a mais de 110 clientes desde seu lançamento em 2010. A tecnologia híbrida paralela permite que o caminhão seja movido tanto pelo motor diesel, quanto pelo motor elétrico, ou ambos os sistemas de propulsão juntos.  A função start/stop automática é equipamento de série e reduz o consumo de combustível, bem como as emissões e o nível de ruído a zero quando se para no semáforo.

Tarcisio Dias – Profissional e Técnico em Mecânica, além de Engenheiro Mecatrônico e Radialista, é gerente de conteúdo do Portal Mecânica Online® (www.mecanicaonline.com.br) e desenvolve a Coleção AutoMecânica.
E-mail: redacao@mecanicaonline.com.br

Compartilhe: