O que você precisa saber sobre os pneus desgastados – CarroHoje.com – Revista digital de automóveis.

CarroHoje.com – Revista digital de automóveis.

Fique por dentro dos lançamentos e notícias da indústria automotiva, competições, clássico s e mais sobre o mundo do carro.

O que você precisa saber sobre os pneus desgastados

pneusUma das notícias mais comentadas após o GP do Bahrein foi a reclamação dos pilotos Felipe Massa e Valtteri Bottas, da Williams, que poderiam ter ido melhor na prova se não fosse o desgaste excessivo dos pneus – foram necessárias 3 trocas dos traseiros. Se isso é uma dor de cabeça para pilotos que correm com o melhor da tecnologia automobilística, para os condutores do dia-a-dia o problema não deixa de ser importante.

Já falamos aqui da importância de calibrar corretamente os pneus do seu carro e também sobre como os brasileiros têm a tendência de andar com os equipamentos do carro, muitas vezes, fora dos padrões. Mas é muito importante sabermos que não é só a calibragem que afeta o desempenho dos pneus. Rodas mal posicionadas no eixo e fato de freiar em excesso também prejudicam a durabilidade dessas peças.

Os problemas atrelados à má conservação dos pneus não são poucos. Apenas listando alguns, temos a falta de aderância do carro na pista, o que torna a condução do veículo perigosa; o aumento no gasto de combustível e problemas mecânicos relacionados ao eixo do carro.

Uma maneira de aumentar o tempo de durabilidade dos pneus é aplicar um rodizio entre as rodas, pois assim consegue-se distribuir melhor o desgaste, evitando problemas de alinhamento. Normalmente recomenda-se realizar esse rodízio entre 5 e 10 mil KM rodados, dependendo da fabricante.

Mas lembre-se: o rodízio é uma forma de prevenção, mas não de evitar o desgaste.

Caso você pretenda comprar pneus novos, também é aconselhável que prefira colocá-los nas rodas traseiras, pois são essas que garantem que o carro esteja estável na pista, e em situações de chuva evitam que ele perca o controle e rodopie.

Compartilhe: