fiesta-2A Ford apresentou na Europa uma nova versão do New Fiesta com motor EcoBoost 1.0 de 140 cv. Chamada Red and Black Edition, a edição especial terá um estilo exclusivo e a sua potência por litro é superior à de supercarros como Bugatti Veyron e Ferrari 458 Speciale: o modelo acelera de 0 a 100 km/h em 9 segundos e tem velocidade máxima de 201 km/h.

A versão esportiva será oferecida em duas cores: vermelho com detalhes em preto e preto com detalhes em vermelho, justificando o seu nome. O New Fiesta Red and Black Edition traz ainda novas calibrações no controle do turbo, comando de válvulas, intercooler, gerenciamento do acelerador e ponto de ignição que elevam a sua potência para 140 cv, com torque máximo de 180 Nm entre 1.400 a 5.000 rpm.

“Ele é um dos carros de rua mais rápidos e mostra o enorme avanço que ele representa para o desenvolvimento de motores, combinando a experiência de direção empolgante com a economia de combustível que os consumidores esperam”, diz Joe Bakaj, vice-presidente de Desenvolvimento do Produto da Ford Europa.

fiesta-1

Motor EcoBoost 1.0

A nova versão do EcoBoost 1.0 – eleito Motor Internacional do Ano em 2013 e 2012 – foi recalibrada para gerar 12% mais potência. Como comparação, ela tem mais que o dobro da potência por litro do motor 1.6 de 100 cv que equipava o esportivo Fiesta S há apenas 10 anos e também melhora a economia de combustível e as emissões de CO2 em mais de um terço: faz mais de 22 km/l e emite apenas 104 g/km de CO2.

O motor Ford 1.0 EcoBoost reúne as tecnologias de turbocompressor, duplo comando independente e variável de válvulas (Ti-VCT) e injeção direta de alta pressão para oferecer um nível inédito de desempenho e eficiência. O seu turbo compacto e de baixa inércia gira a até 248.000 rpm – mais de 4.000 vezes por segundo e quase o dobro da rotação dos turbos dos carros atuais de Fórmula 1 – com uma pressão de alimentação de 2.6 bar (38 psi), mais que suficiente para encher os pneus de um New Fiesta.

“A única alteração de hardware que fizemos para elevar sua potência a 140 cv foi uma junta do cabeçote reforçada para suportar o aumento da pressão, o que comprova o design avançado do EcoBoost 1.0”, diz Andrew Fraser, gerente de Calibração da Ford Europa. “O pico de pressão nos pistões de 7 centímetros de diâmetro é de 124 bar (1.800 psi), o equivalente a mais de 5 toneladas, ou um elefante africano adulto pisando em uma lata de refrigerante”.

O motor EcoBoost 1.0 respondeu por quase 30% das vendas do New Fiesta na Europa no primeiro trimestre de 2014 e contribuiu para manter o carro na liderança do segmento de compactos naquele mercado, posição que ocupa desde 2012.

fiesta-3

Família 3 cilindros

Desenvolvido na Europa, no Centro de Pesquisa e Engenharia Avançada em Aachen, na Alemanha, e no Centro Técnico de Dunton, no Reino Unido, o motor usa um bloco compacto de ferro fundido que cabe no bagageiro da cabine de um avião. O EcoBoost 1.0 traz avanços que também estão presentes no motor 1.0 3C Duplo Comando do futuro Novo Ka no Brasil.

Ele tem cabeçote de alumínio com coletor de escape integrado e um design inovador no volante e na polia dianteira que garante um desempenho mais refinado comparado aos motores convencionais de três cilindros. Para redução do atrito, usa pistões com revestimento especial, anéis de pistão de baixa tensão, vedações de baixa fricção e correia imersa em óleo. Uma bomba de óleo variável adequa a lubrificação conforme a necessidade e otimiza a pressão de óleo para aumentar a eficiência do combustível.

Texto e imagens: Imprensa Ford

Compartilhe: