Toyota Yaris (2019)

Chega ao Brasil o novo Yaris, o modelo médio global da Toyota. Com design harmonioso e cheio de estilo, excelente espaço interno e qualidade interior impressionante, o Yaris é um carro “One Class Above”, ou seja, digno de produtos de categoria superior, e foi feito para representar um novo momento na vida das pessoas.

Disponível nas carrocerias hatch e sedã, o modelo conta com os motores 1.3 e 1.5 litro Dual VVT-i que já equipam o Etios e fazem do compacto um exemplo de conforto, dirigibilidade e economia de combustível; transmissão automática CVT e manual de seis velocidades, além de uma recheada lista de itens de conveniência, tecnologia e segurança em todas as versões, como vidros e travas elétricos, controle de estabilidade, tração e assistente de subida em rampa, faróis com regulagem elétrica e acendimento automático, roda de liga leve de 15” e faróis de neblina.

Para atender às necessidades dos mais diferentes perfis de clientes, o novo Yaris chega ao Brasil em cinco versões.

Para o modelo hatch, são elas: XL manual e XL CVT, XL Plus Tech CVT (todas com motorização 1.3 litro), XS e XLS, estas com câmbio CVT e motor 1.5 litro.

Com relação às dimensões gerais, o novo Yaris possui 4.145 mm de comprimento (4.425 na versão sedã), 1.730 mm de largura, 1.490 mm de altura e 2.550 mm de distância entreeixos. A capacidade do porta-malas na versão hatch é de 310 litros, enquanto no sedã, 473 litros. Já o tanque de combustível comporta 45 litros.

A versão hatch do Yaris ainda conta com pintura “Total Black” da coluna “C” como detalhe exclusivo, dando um aspecto de integração às colunas e proporcionando um visual esportivo ao modelo.

Em todas as versões do Yaris, as rodas são de liga leve de 15” e os pneus são 185/60. As rodas das versões XS e XLS possuem design exclusivo com acabamento Dual Tone (preto e prata), dando mais sofisticação ao conjunto.

Todas as versões contam com acabamento em preto, incluindo as colunas e o revestimento do teto (em cinza na versão sedã), transmitindo uma sensação de requinte e esportividade.

O painel de instrumentos se conecta do centro para as laterais, valorizando a central multimídia e os principais comandos. A parte superior se estende amplamente para ambos os lados acentuando a sensação de espaço. A parte inferior se conecta perfeitamente ao acabamento da porta para envolver gentilmente o motorista e o passageiro.

Uma das grandes novidades do Yaris é o teto solar elétrico disponível, de série, na versão XLS, garantindo aos ocupantes maior prazer ao dirigir e sensação de esportividade. Com movimentos de basculamento e retrátil, ele tem acionamento elétrico por um toque e função antiesmagamento.

 Os bancos são de tecido nas versões XL e XL Plus Tech e de couro nas versões XS e XLS. Além disso, ele conta com apoio de braços com porta-copos central a partir da versão XL Plus Tech, oferecendo conforto e comodidade para quem senta nos bancos traseiros e apoio de braços central na frente em todas as versões. Outra característica do novo Yaris é o assoalho traseiro plano, que contribui para uma viagem mais confortável quando há três ocupantes nos bancos traseiros.

Para as versões XL e XL Plus Tech, o painel de instrumentos conta com display LCD de 2.7”. São três mostradores circulares que reúnem as informações de bordo: o do lado direito mostra o termômetro do motor e o indicador de combustível, o da esquerda exibe o conta-giros, enquanto no do meio é possível visualizar o velocímetro e o computador de bordo, com funções de hodômetro parcial A e B, consumo de combustível instantâneo e médio, autonomia, velocidade média e intensidade de brilho do painel.

Para as versões XS e XLS, o computador de bordo conta com uma tela de 4.2” com tecnologia TFT colorido e de alta resolução e mais funções, como histórico de viagem, de consumo a cada cinco minutos, de consumo mensal (km/l) versus distância e histórico mensal de valor (R$) versus consumo (litros); ranking de eficiência em que é possível elencar os três melhores períodos de economia de combustível e mais.

Desde a versão de entrada XL de câmbio manual, a linha traz de série, computador de bordo, comandos no volante, descansa-braços dianteiro, controle de estabilidade (VSC), tração (TRC) e assistente de partida em rampa (HAC).

O modelo também possui direção eletroassistida progressiva (EPS), ar-condicionado, vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico por um toque, travas elétricas, faróis com regulagem elétrica, faróis de neblina, retrovisor interno eletrocrômico, banco traseiro rebatido 40/60 (sedã), entre outros itens, além dos obrigatórios airbag duplo dianteiro e freios com sistema ABS de última geração com distribuição eletrônica de frenagem (EBD).

A versão XL com câmbio CVT adiciona os seguintes itens: controle de velocidade de cruzeiro e função Eco Driving do computador de bordo.

Já a versão XL Plus Tech passa a contar com descansa-braços traseiro, detalhes internos na cor prata, ar-condicionado automático e digital, chave inteligente presencial, Smart Entry e sistema de partida sem chave tipo Start Button, banco traseiro rebatido 40/60 na versão hatch e central multimídia com tela de 7” sensível ao toque com funções de rádio AM/FM, MP3, entrada USB, conexão auxiliar Bluetooth®, Toyota Play+, sistema que permite espelhamento de aplicativos por meio da tecnologia SDL e com tecnologia Harman e navegador Tom Tom para sistemas operacionais IOS e Android e Waze para sistema IOS.

A versão XS agrega todos os equipamentos da XL Plus Tech, e volante, manopla do câmbio e revestimento das portas em couro, grade com detalhes cromados, roda de liga leve de 15” Dual Tone (preto e prata), bancos de couro, retrovisor externo com rebatimento elétrico, câmera de ré, tapetes em carpete e computador de bordo com tela de 4.2” com tecnologia TFT.

Por fim, a versão topo de linha XLS ainda agrega teto solar, sensor de chuva, maçanetas cromadas, faróis projetores com lâmpadas halógenas, lanternas em LED e sete airbags, adicionando aos dois frontais, dois laterais, dois de cortina e um de joelhos para o motorista.

O Yaris está disponível nas motorizações 1.3L e 1.5L para a versão hatch e 1.5L para o sedã. Os motores 1.3L e 1.5L, ambos 16V Flexfuel, trazem a já consagrada tecnologia de duplo comando de válvulas variável Dual VVT-i da Toyota, que atua no gerenciamento dos sistemas de admissão e escape da câmara de combustão, otimizando a queima do combustível de maneira inteligente, refletindo em melhor desempenho e menor consumo.

Sendo assim, temos:

– 1.3L Flexfuel, Dual VVT-i DOHC de 16 válvulas, que rende 101 cv a 5.600 rpm, quando abastecido com etanol, e 94 cv, a 5.600 giros, com gasolina. O torque máximo nesta configuração é de 12,9 kgfm (com etanol) e de 12,5 kgfm (com gasolina), sempre a 4.000 rpm. Em comparação com o Etios, o ganho foi de 3 cv e 0,2 kgfm de torque com etanol e de 6 cv com gasolina em comparação com o Etios.

– 1.5L Flexfuel, Dual VVT-i DOHC de 16 válvulas, que rende 110 cv de potência a 5.600 rpm, quando abastecido com etanol, e 105 cv, a 5.600 giros, com gasolina. O torque máximo nesta configuração, a 4.000 giros, é de 14,9 kgfm (com etanol) e de 14,3 kgfm (com gasolina). Para esta motorização, o ganho de potência também foi de 3 cv e 0,5 kgfm de torque com etanol e de 3 cv com gasolina em comparação com o Etios.

A suspensão do Yaris foi pensada para atender ao gosto brasileiro. Na parte dianteira, temos a McPherson com batente hidráulico, que evita batidas secas quando a roda desce ao limite do curso do amortecedor.

Tanto o sistema de suspensão frontal quanto o traseiro tiveram a altura elevada em 13 mm em comparação com o projeto global do Yaris. Com isso, o carro está apto para encarar o perfil de solo brasileiro. Na traseira, foi adotado o eixo de torção com barra estabilizadora.

O novo Yaris está equipado com dois tipos de transmissões. A manual de seis velocidades e a Multidrive de tecnologia CVT.

Na transmissão manual, derivada da mecânica do Etios, a Toyota conta com o IMT – Monitor Inteligente de Aceleração –, que funciona como um auxiliar de arranque, minimizando que o motor “apague” assim que o motorista tira o pé da embreagem para colocar o carro em movimento. Além disso, para o Yaris os engates das marchas estão mais precisos.

Já a transmissão Multidrive CVT, privilegia desempenho sem abrir mão do conforto e do baixo consumo de combustível. Seu diferencial é um software de gerenciamento que simula sete marchas, mesmo quando o motorista conduz o veículo com o câmbio na posição Drive.

A transmissão MultiDrive da Toyota oferece ao motorista, em todas as versões, a possibilidade de trocas manuais sequenciais, que podem ser feitas exclusivamente na alavanca de câmbio, nas versões XL e XL Plus Tech. Já para as versões superiores XS e XLS, as trocas sequenciais podem ser praticadas também por meio das borboletas localizadas atrás dos volantes.

NO quesito equipamentos o novo Yaris conta com controle de tração (TRC), estabilidade (VSC) e assistente de subida em rampa (HAC), freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD) e assistente de frenagem (BAS), cinto de segurança de três pontos e apoios de cabeça para todos os ocupantes, airbag duplo, faróis de neblina dianteiros e traseiros, faróis com regulagem elétrica, ISOFIX com ancoragem Top Tether de cadeiras infantis (uma alça é presa também no porta-malas do carro, reforçando ainda mais a segurança), função “Siga-me”, retrovisor interno eletrocrômico e alarme volumétrico com monitoramento dos vidros e janelas.

A versão XS do modelo agrega câmera de ré, enquanto a XLS ainda conta com sensor de chuva e dois airbags laterais, dois de cortina e um de joelho, contabilizando ao todo sete bolsas.