Quem não conhece o Onix? O hatch que colocou a Chevrolet na liderança nacional de vendas no País, o compacto que caiu no gosto e na preferência dos brasileiros, a despeito de seus concorrentes – de que mantem uma significativa distância há dois anos – possuírem alguns atraentes acessórios a mais. Me arriscaria a comparar o Onix a um piloto de F1 que sai na pole e não larga mais a ponta da corrida, tipo um Lewis Hamilton do mercado automotivo brasileiro.

Apesar de ser mais caro do que a versão LTZ, a mais luxuosa (R$ 59.190), o Onix Activ chama sem dúvida logo a atenção de quem está de olho no modelo.  A Chevrolet transformou o Activ não em um off-road, mas deu-lhe uma cara de aventureiro.

Colocou nas rodas aro 15” os excelentes pneus Michelin, mais altos, 195/65, elevando a suspensão em 3cm, melhorou a área de visão do motorista em 40% e aumentou o ângulo de ataque em 20%, em relação às demais versões.

Mas foi no visual que a Chevrolet caprichou mais. Emoldurou as caixas das rodas – agora pintadas de preto – com apliques de plástico preto, que se estendem às caixas de ar emolduradas por peças plásticas pretas e imitando alumínio, dando um novo visual às laterais. Esses enfeites casam com as peças que rodeiam os refletores da traseira e os faróis de neblina, na frente, e com as peças cor de alumínio abaixo da grade frontal e da tampa do porta-malas. Os faróis com máscara negra são integrados aos para-lamas

Completa o novo design um rack estilizado no teto. O Activ vem com luz diurna de LED, mas apenas decorativa. Ele não é o tipo DRL (Daytime Running Light), o único aceite pela Polícia Rodoviária. Por isso, não esqueça de acender os faróis sempre que circular em rodovias, para evitar ser multado.

O interior passou também por boas alterações. Os bancos ficaram coloridos com gomos laranja e cinza com as bordas em couro sintético. Todos os assentos têm cintos de segurança de três pontos e encostos de cabeça.

Os bancos – achei-os um pouco duros – ostentam os da frente o nome da versão, Activ, e são forrados em tecido com a banda em couro sintético. Espaço é coisa que não falta no Onix e no banco traseiro há espaço razoável para três adultos. O porta-malas, bem acabado e forrado de carpete, comporta 280 l de bagagem.

O motor é o consagrado e confiável 1.4 SPE 4ECO, flex, de oito válvulas, que faz 400 mil km, se receber os necessários cuidados. Tem 96 cv e torque de 13 kgfm quando abastecido com gasolina, fazendo 12,4 km/l, na cidade e 13,8 km/l, na estrada. Com etanol a potência sobe para 106 cv e o torque para 13,9 kgfm, mas o consumo cai para 8,3 km/l e 9,4 km/l. Este propulsor junto com a caixa de câmbio automática de seis marchas garante um bom desempenho com arranques rápidos e boas retomadas. O câmbio permite trocas manuais, mas só através de um botão na manopla.

O Onix Activ tem uma boa dirigibilidade graças à direção elétrica progressiva, à suspensão firme e o bom equilíbrio do carro. É um carro seguro, pois, a montadora realizou diversas modificações que elevaram o nível de segurança do carro que assim recebeu já três estrelas do Latin NCap (a mesma pontuação do Prisma).  Vem equipado com sensor de estacionamento, abertura e fechamento de todos os vidros apenas com um toque.

Os instrumentos estão bem à mão do motorista, a começar pelo painel de instrumentos que apresenta os dados do computador de bordo. No volante – que só tem ajuste de altura – forrado de couro, o mesmo do Cruze -, tem boa pegada e os controles de som e do popularmente conhecido piloto automático. O ar condicionado é eficiente. A abertura do porta-malas é feita através da chave tipo canivete, o que aumenta a segurança do carro, ou no botão no painel.

O Onix possui, além do OnStar que conecta o carro ao completo serviço de apoio da Chevrolet, o sistema MyLink de segunda geração que incluiu todos os itens de conectividade: telefone, acesso à mídia do smartphone, reconhecimento de voz, espelhamento do celular, através da tela de 8” sensível ao toque, que mostra a câmera de ré. O carro tem ainda sensores de estacionamento e de chuva, mas não conta com o importante item controle de estabilidade.

O Onix Activ é vendido a partir de R$ 62.290, na versão manual e R$ 67.690 com o eficiente câmbio automático (avaliada pelo Blog). No entanto, é de bom tom lembrar que é bom ficar de olho nas promoções das concessionárias para conseguir um bom desconto.

*FICHA TÉCNICA:

Mecânica

Motorização 1.4

Combustível             Álcool            Gasolina

Potência (cv)            106     98

Torque (kgf.m)         13,9    13

Consumo cidade (km/l)      8,3      12,4

Consumo estrada (km/l)    9,4      13,8

Câmbio          manual de 6 marchas

Tração           dianteira

Direção          elétrica

Suspensão dianteira          Suspensão tipo McPherson e dianteira com barra estabilizadora, roda tipo independente e molas helicoidal.

Suspensão traseira            Suspensão tipo eixo de torção, roda tipo semi-independente e molas helicoidal.

Freios            Dois freios à disco com dois discos ventilados.

Dimensões

Altura (mm)   1.554

Largura (mm)           1.737

Comprimento (mm)             3.958

Peso (Kg)      1.062

Tanque (L)    54

Entre-eixos (mm)     2.528

Porta-Malas (L)        280

Ocupantes    5

*Dados do fabricante

Por Arnaldo Moreira – Fotos: Marcus Lauria – CarpointNews

Compartilhe: