A Honda teve que fazer uma grande adaptação no NSX, para poder adequar o modelo ao DTM e ao Super GT, a partir de 2020. A regra da Classe 1 dos carros obriga que os modelos tenham motor à frente, algo que nuca aconteceu com o NSX.

A engenharia da Honda criou um modelo único, destinado às pistas, para manter a tradição do NSX, principalmente no campeonato japonês Super GT. O NSX conta com o motor 4 litros de 4 cilindros e turbo.

Compartilhe: