O modelo já era esperado há algum tempo. Algumas imagens divulgadas pela própria VW mostravam que a oitava geração do Golf chegaria sem grandes alterações estéticas. E foi isso mesmo que aconteceu. O novo Golf 2020 foi apresentado com um desenho tradicional, sem grandes inovações. A dianteira traz as maiores alterações. O conjunto ótico conta com faróis de LEDs de perfil bem estreito.

A carroceria é uma marca do modelo médio alemão. Com sua característica coluna C mais larga, mesmo com as alterações, de longe já se vê que se trata de um Golf. AS linhas gerais mantiveram-se limpas e marcantes, porém, sem emoção. O comprimento aumentou em 3 cm: passou para 4,28m.

O interior traz grandes alterações, visuais e tecnológicas. O painel principal ganhou um desenho com ângulos retos que combinam muito mais com o desenho da carroceria. Apesar de renovado o interior tem linhas tradicionais, como a carroceria…

Há componentes compartilhados com outros carros da marca, como Touareg e iD3. São 2 telas: uma mostra os instrumentos e tem 10,25 polegadas. O painel multimídia tem telas de 8,5 ou 10 polegadas, que vão variar de acordo com a versão do modelo.

A linhas de motores vai contar com muitas opções, como de costume. Há opção híbrida, Plug-in, diesel e gasolina. As potências variam de 90 a 300 cv. Os motores TSi terão 130 e 150 cv e novos blocos de 2 litros. A transmissão poderá ser manual ou DSG, a tração pode ser na dianteira ou nas 4 rodas na versão 4Motion. A versão mais potente será a R.

Compartilhe: